quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Cumpra-se | 4 Anos do Novo Código Florestal e o Cadastro Ambiental Rural. O mini-documentário, produzido pela SOS Mata Atlântica, mostra a implantação do Cadastro Ambiental Rural, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. O município é considerado referência nacional em políticas públicas voltadas ao meio ambiente

Mestrado em Desenvolvimento Local abre processo seletivo com bolsas de 100 %

PROCESSO SELETIVO

Conforme edital para a seleção do mestrado 2016/2, as inscrições estarão abertas no período de 15 de agosto de 2016 a 15 de setembro de 2016.
Acesse todas as informações sobre o processo seletivo no menu EDITAL DO PROCESSO SELETIVO.
As inscrições serão realizadas na Av. Paris, 304 - Prédio NPG – na secretaria do Mestrado em Desenvolvimento Local - Rio de Janeiro (RJ).
Em caso de dúvidas ou informações entrem em contato com a Secretaria do Mestrado em Desenvolvimento Local:
  • Tel.:(21) 3882-9797 ramal: 1015
  • E-mail: secretariadl@unisuam.edu.br
  • Av. Paris, 304 - Bonsucesso – Rio de Janeiro
  • Prédio NPG – secretaria do Mestrado em Desenvolvimento Local

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Baía de Guanabara ameaçada. TOXIC GUANABARA. Episódio 3 - A Baía Viva. No terceiro e último episódio - intitulado A BAÍA VIVA - do documentário Toxic Guanabara, os realizadores apontam uma esperança: A Área de Proteção Ambiental (APA) de Guapimirim e o Parque Ecológico Guanabara, vistos pelo analista ambiental Klinton Serra como uma espécie de Arca de Noé capaz de salvar várias espécies que vivem e dependem das águas da baía de Guanabara

A Baía Química. Episódio 2. Baía de Guanabara ameaçada. Neste segundo episódio, intitulado A Baía Química, o documentário trata do despejo de lixo tóxico, como tinta, óleo, gás e outros produtos vindos de navios ancorados na baía. O entrevista é o pescador e ativista ambiental Alexandre Anderson que denuncia inclusive que já teve a vida ameaçada por tenter proteger a Baía de Guanabara

Documentário sobre a Baía de Guanabara: episódio 1 - A Baía Triste. A Baía de Guanabara está ameaçada. É o que mostra este documentário em 3 episódios. No primeiro, intitulado A Baía Triste, o foco é no lixo e no esgoto despejados constantemente na Baía. O biólogo e ambientalista Mário Moscatelli afirma que já está cansado de repetir a mesma coisa sobre a Baía. O local, que já abrigou baleias, hoje não passa de uma grande privada, a grande privada do Rio de Janeiro.

Abertura dos Jogos Olímpicos com apelo climático teve repercussão positiva entre ecologistas

Gráfico representando a evolução do aquecimento do planeta de 1850 a 2016
Como observou o comentarista da rádio CBN, Sérgio Abranches, houve grande repercussão do tema escolhido para a festa de abertura dos Jogos Olímpicos junto aos ecologistas. O climatologista britânico da Universidade de Reading, Ed Hawkins, comemorou em seu twitter o fato de seu gráfico ter aparecido numa das projeções da cerimônia de abertura que ele assistiu pela BBC:

No texto ele diz: "Ainda contente pelo fato de que esta imagem foi vista por mais de 1 bilhão de pessoas." A imagem foi mostrada num dos vídeos exibidos por Fernando Meireles e sua equipe nas projeções feitas no Maracanã, no dia 5 de agosto.
Para o site Observatório do Clima, a cerimônia de abertura "mostrou consequências do uso do petróleo, degelo polar, elevação dos oceanos e importância do reflorestamento para mais de 3 bilhões de pessoas no mundo todo."


Ainda segundo o mesmo Observatório, a Pira Olímpica também trouxe uma mensagem de conteúdo ecológico. A chama foi reduzida e a escultura por trás dela é movida a energia eólica. Veja mais em Observatório do Clima.









Por falar em reflorestamento, como sugeriram os organizadores da festa de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio, BBC Brasil publica reportagem sobre Jocelino Porto, o "Homem das Plantinhas" de Rocha Miranda

Três dias depois da elogiada abertura dos Jogos Olímpicos do Rio, em que os organizadores da festa fizeram os atletas plantarem sementes de árvores para o que pretende ser "a floresta dos atletas", o site da BBC Brasil publicou a matéria sobre o homem que calcula já ter produzido mais de 70 mil mudas de plantas e que sonha em reflorestar as favelas do Rio. Veja a matéria no site da BBC: